segunda-feira, 1 de julho de 2013

Ele se foi

Desde ontem à tarde que o céu dos gatinhos está mais dourado.
Foram 3 anos, 7 meses e 10 dias que eu nunca vou esquecer. Ele sempre lutou pela vida, mas ontem a insuficiência renal venceu. Estava sereno, certo do amor que eu tenho por ele. Na casa que foi o lar dele, onde ele se sentia seguro e feliz. Ele se foi tranquilo, abraçado comigo, deitado no meu colo, em cima do meu coração.

13 comentários:

Marilia Bavaresco disse...

Meu coração está partido. Ele lembra muito a Alemoa que também partiu com insuficiência renal.
Força Stela.
Um beijo

Prosopopéias Cintilantes disse...

Obrigada, Marília. Lembro muito de quando a Alemoa partiu, na época fiquei muito triste também. Um beijo

Maira disse...

Fiquei triste amiga, sinta o meu abraço.

Milene disse...

Muito triste! Deixo aqui um abraço e muita força!

Suzana Tamassia disse...

Bem que eu vi uma estrela mais brilhante no céu Stelinha!
O importante é saber que enquanto vcs estiveram juntos, vcs foram felizes! Ele foi amado por vc e vc por ele, até o último minuto.
Estou mandando pensamentos positivos para vc...
bjos

Prosopopéias Cintilantes disse...

Maíra e Milene, muito obrigada!
Su, era muito amor mesmo, viu? Recíproco, correspondido.
Beijos para todas!

Karina disse...

Sinto pela sua perda, Stela! Mas fico feliz porque sei o quanto ele foi amado e cuidado. Fique bem!
Beijos

Gabi disse...

:'(
chorando muito aqui... essa não era uma notícia esperada :(
Oh sinto muito, muito, muito.

E nem sei mais o que escrever.

Patrícia disse...

Ah não... sinto muito :(

Ana Oliveira disse...

Stella pense que você foi presenteada por Deus com um Anjinho dourado. Dói mas eu acredito que um dia vamos encontra-los resplandecente de luz nos esperando com o mais caloroso ronron. Andei ausente dos blogs mas deixo contigo meu abraço.

Claudia Goulart disse...

Ele foi um grande guerreiro Stela.
Mas é sempre muito triste quando o vemos partir...
Abraço apertado

Prosopopéias Cintilantes disse...

Obrigada pelo carinho e pelas palavras de conforto. Eu sei que vai passar, mas é que até lá...
Sei que fiz tudo que pude por ele, fiquei com ele até o final, nunca desisti dele. O mais difícil foi perceber qual o momento que a única coisa que eu podia fazer era deixá-lo ir.
Obrigada pelo carinho.
Beijos

Juliana Santeramo disse...

Conheci seu blog hoje, estava mto feliz com suas postagens até receber essa noticia, mesmo conhecendo vocês hoje, sinto muita tristeza pelo Mel, uma vez quase perdi o Gatinho e sua historia com o Mel internado me lembrou muito do que passei. Que Deus conforte seu coração, pq o Mel esta saltitando em nuvens coloridas, sem dor, sem sofrimento.
Se cuida!